Sustentabilidade na Moda: Você é responsável pelas suas escolhas

Cada vez mais vamos ouvir falar da nossa responsabilidade sobre a cadeia produtiva. Saber de onde vem e para onde vai tudo que consumimos não é mais um questão de escolha. Portanto, a hora de conscientizar e de virar a chave para um consumo consciente já passou.

Industria Têxtil

A indústria que cresce em média 5,5% ao ano e que movimenta 2,4 trilhões de dólares no mundo, é a mesma que causa um desperdício assustador de matéria prima e a segunda que mais polui no planeta.

O relatório “A new textiles economy: Redesigning fashion’s future” , lançado em 2017, com o apoio da estilista Stella McCartney mostra que a cada segundo, o equivalente a um caminhão de sobras de tecidos são queimados ou descartados em aterros. Além disso, a forma como a cadeia produtiva é desenhada, em escala global, a torna responsável pela emissão de 1,2 bilhão de toneladas de gases do efeito estufa.

Responsabilidade Integral.

Deste modo, para mudar seus hábitos e assumir a sua responsabilidade como cidadão siga sempre os princípios do consumo consciente.
1-Porque estou comprando?? Pense sempre nas necessidades e impactos das suas compras.
2- O que comprar? Analise a durabilidade e a vida útil do produto para que não seja trocado rapidamente.
3- De quem irei comprar? Não analise somente preço e qualidade do produto. Mas também, não esqueça de levar em consideração a responsabilidade da empresa com seus funcionários e com o meio ambiente.
4- Nunca compre produtos piratas ou contrabandeados. Contribua sempre para geração de empregos estáveis.
5-Como descarto o que não uso mais? O descarte é tão importante quanto compra. Será que o que você está descartando não pode ser utilizado por outra pessoa ou reaproveitado de alguma forma? Esta sendo descartado de forma correta? Não pode virar matéria prima para outro produto.

Contudo, essas são apenas algumas maneiras de pensar moda com consciência social e ambiental, sendo o primeiro passo para tornar o mundo melhor, para você e parar todos. E aí, vamos com a TROC? Mesmo assim, se tiver a necessidade ou até vontade de comprar novas peças, lembre-se que você pode sempre comprar e vender no nosso site. Clique aqui e confira!


Escrito por Stéphanie Zem

TROC BLOG