Moda Consciente: Você é justa com seu guarda-roupa?

Vivemos para ver a indústria, como um todo, começar a rever suas responsabilidades sociais e ambientais. Embora seja apenas o começo dessa reconfiguração na moda, é um momento histórico e significativo. Frente à isto, também chega o momento do consumidor rever sua postura: você é justo com seu guarda-roupa?

Além desta, muitas outras reflexões compõem e constroem a moda consiente. Afinal, de onde vieram minhas roupas? Como posso aumentar o ciclo de vida das peças? Qual seria o descarte correto para as peças que não quero mais? Tudo que compro ou tenho é realmente necessário?

Levando em consideração todos esses questionamentos, é comum se sentir perdido ou confuso. Pois, como passo a ser justo com meu guarda-roupa?

Estude seu closet

Analisar todos os seus itens de vestuário é o primeiro passo. Deste modo, é possível identificar quais são as peças fundamentais no seu guarda-roupa, e quais peças não possuem tanta importância e podem ser descartadas. A dica é filtrar aquilo que você mais usa, ou que cai bem em ocasiões diversas e é versátil na hora de criar composições e looks.

Planeje suas compras

Neste caso, o planejamento se aplica para evitar desperdícios e agregar valor e usabilidade à suas compras. Portanto, sempre leve em consideração o que você possui em seu closet, e as composições e looks que seriam possíveis criar com o item que você deseja adquirir. Por consequência, compras por impulsos e compra de itens que nunca serão usados são evitadas.

Além disso, considere adquirir roupas atemporais que se encaixem perfeitamente em seu estilo. Ou seja, aquilo que não é apenas uma tendência passageira, e que terá usabilidade prolongada por este motivo. Outra dica, é escolher uma paleta de cores para seguir, assim as peças se coordenaram entre si.

Também é importante atentar-se à qualidade dos materiais utilizados nas peças e a origem dos mesmos. Tendo assim a certeza da durabilidade e vida útil de seu novo item, e também de um processo de produção justo para todos os envolvidos.

Dê atenção ao descarte

Periodicamente observe se há a necessidade de algum descarte em seu closet. Apesar das opções de descarte serem inúmeras, muitos não oferecem a atenção necessária à está etapa. Afinal, descartar uma peça não significa que ela seja lixo.

Dentre bazares de troca, bazares de garagem e doações, a alternativa que mais tem crescido são os brechós. Sendo a TROC o maior brechó online do Brasil, a empresa visa aumentar a vida útil de milhares de peças que seriam descartadas. Oferecendo então a possibilidade de compra e venda de peças usadas de marcas Premium e luxo, além de tornar muitas marcas acessíveis para todos os tipos de consumidor.

Escrito por Chris Rocha

TROC IDEIAS