MET GALA 2019: O tema “Camp” e sua essência para a Moda

Bizarrice, exagero e, é claro, muita moda: Esse foi o Met Gala 2019. A 71ª edição do Baile da Vogue que acontece (fielmente) na primeira segunda-feira de Maio, no museu de Nova York. O evento é considerado o “Oscar da Moda” e reuniu na noite de ontem as maiores celebridades e os mais importantes estilistas do mundo. O objetivo do Baile do Met é beneficente, mas o motivo de atrair os olhos do mundo inteiro são os seus temas super originais e as interpretações dos melhores estilistas desfiladas por celebridades no tapete vermelho (rosa).

Anna Wintour, Editora-Chefe da Vogue USA e anfitriã do evento na noite de ontem. Fonte: Getty Images

Mas o que torna o Met Gala tão especial esse ano? Certamente o seu tema extremamente peculiar e as diversas interpretações que rolaram durante a noite. Se você não viu o evento, ou simplesmente não entendeu nada o que estava acontecendo, fique tranquilo! A equipe da TROC está aqui para explicar tudo.

O Tema: Notes On “Camp”

O tema do baile foi baseado na peça de Susan Sontag, “Notes on Camp”, publicada em 1964. O tema do ensaio é justamente o “Camp”, que, em palavras simples, é a adoração pelo “não natural”. Extravagante, artificial, brega, cafona, absurdo: esses são alguns dos adjetivos que circulam pelo estilo.

Mais do que um conceito, o Camp é uma prática social, uma vertente da estética que surge como um movimento de “anti-cultura”. Ele se manifesta basicamente pelo contrário do que seria “bonito” ou “agradável aos olhos”. Isso porque o exagero do “feio”, absurdo ou extravagante, pode se tornar cômico e divertido, trazendo humor e críticas sociais.

https://www.instagram.com/p/BxJak8oFqXr/

Camp: Anti-estética?

Gucci Outono/Inverno 2019. Fonte: Getty Images

Voltando um pouco na história da estética, existe o momento de aceitação do “feio”. Não porque a sociedade passa a permitir aleatoriamente que esse padrão seja aceito, e sim porque, a partir do comportamentos que podem não agradar a massa, é possível ver um profundo reflexo de nós mesmos e da nossa própria sociedade.

A partir da década de 70, entretanto, esse apelo exagerado de ostentação, banalidade e artificialidade passa a ser visto também com um ar de sofisticação, sendo incorporado não só na elite, mas como comportamento de desejo. Em exemplos mais óbvios: a Barbie “perfeita”, extravagância dos anos 80, a popularização das Drag Queens e a pop art de Andy Warhol. Desde aquele momento até aqui, são diversos pontos que trazem o Camp para a sociedade e por isso o tema do Met Gala esse ano é tão importante.

O feio e o bonito de 2019

Mas como o “feio” e “brega” são essenciais para esse momento da moda? Acredite, é mais simples e natural do que parece, porque em todo momento onde a cultura apresenta um movimento forte, é natural surgir a contra-cultura.

O movimento Punk surgiu nos anos 70 como contra cultura do movimento Hippie. Enquanto os Hippies sentiam a necessidade de falar sobre paz e amor, os Punks falavam sobre guerra e rebeldia, por mais que estivessem lutando basicamente pelo mesmo objetivo.

Vamos pensar sobre a estética atual: Nunca foi tão intensa a busca pela beleza e pelo corpo perfeito. Por mais que tenhamos hoje diversos “padrões” de beleza, a moda ainda os dita e “escraviza” muitas pessoas que estão nessa busca. É nesse ponto que o Camp se insere. Suas diversas vertentes trazem movimentos de rebeldia (ou ao menos descaso) para esses padrões impostos. E por que isso é tão importante? Para contrastar a busca exagerada pela perfeição e para manter o equilíbrio da sociedade, em todos os aspectos.

Quebrar padrões e passar mensagens. Fonte: Allure

A Vogue é o maior veículo de moda e beleza do mundo, por isso sua força é determinada a partir da credibilidade do seu conteúdo. Falar de quebra de padrões e dar espaço para o “ridículo” é tratar pessoas como pessoas e moda como movimentos social. É entender que a moda acontece da rua para a passarela e não o contrário, como foi por muito tempo. O Met Gala desse ano é revolução, porque entende que a moda está andando junto com a gente.

Mais Met Gala para você

Se você gostou dessa matéria, ainda tem muito mais sobre o Met! Esse é apenas o começo da cobertura total do evento que a TROC vai disponibilizar aqui no Blog. Se quiser entender um pouco mais sobre looks, acessórios e as maiores tendências desse ano, fique atento nas próximas matérias!

Mas, para antecipar um pouquinho para você, separamos alguns produtos no maior Camp Style para provar que o cafona é muito fashion sim! Clique aqui e confira!

Ah, e não deixe de usar o cupom METGALA para ganhar 15% OFF na suas compras e montar seu camp look! 😉

Por Nichole Perez

TROC BLOG